Laboratório franco-brasileiro de roteiros

 

04 – 08 de junho 2018
Hotel SOFITEL Ipanema
RIO DE JANEIRO – RJ

O Festival Varilux de Cinema Francês incentiva o intercâmbio e o desenvolvimento profissional através da realização do 2˚ Laboratório Franco-Brasileiro de Roteiros. fruto da parceria entre o Festival e o Conservatório Europeu de Escrita Audiovisual (CEEA).

Em sua 2ª edição na cidade do Rio de Janeiro (RJ), pretende explorar os fundamentos e a metodologia da construção dramática  aplicando-os no desenvolvimento de projetos concretos de roteiros de ficção de longa metragem para cinema e séries para televisão. Durante uma semana, 15 projetos serão analisados por 3 roteiristas franceses consagrados, formadores no Conservatório Europeu de Escrita Audiovisual (Paris).

Sob a coordenação de François Sauvagnargues, o laboratório será ministrado pelas roteiristas francesas, professoras do CEEA: Corinne Klomp, Claire Barré, e Pascale Rey

O período de inscrição será de 20 de abril a 18 de maio de 2018, meia-noite, horário de Brasília. A inscrição é totalmente gratuita e deve ser realizada através do e-mail educativo@bonfilm.com.br

Antes de se inscrever leia o regulamento, e preencha o formulário de inscrição, disponíveis abaixo:

FORMULÁRIO  DE INSCRIÇÃO

REGULAMENTO


François Sauvagnargues – Coordenação

Especialista em ficção, foi Diretor do Departamento de Ficção para TV do canal ARTE entre 2003 e 2011. Dirigiu até 2017 o FIPA – Festival Internacional de Programas Audiovisuais de Biarritz (França).


Corinne Klomp

Jornalista econômica antes de largar tudo para criar histórias, Corinne Klomp foi aluna da FEMIS e do Conservatório Europeu de Escrita Audiovisual, e hoje é roteirista de cinema, TV e autora teatral. Possui um currículo extenso, composto por mais de 12 obras cinematográficas diversas, além de diversas peças teatrais e experiências cênicas.

Premiada pela Fondation J.M. Bajen em 2012 como autora revelação pela obra teatral Une saine inquietude, e no Festival do Filme Europeu de Bruxelas (2006) com o prêmio de melhor roteiro de longa-metragem para Gueule d’emploi. Atualmente, Corinne Klomp é membro do Conselho de Administração da Sociedade Francesa de Autores e Compositores de Drama (SACD), e desde 2017 é vice-presidente do mesmo.

 


Claire Barré

Roteirista e docente no CEEA, FÉMIS e da Universidade Paris X, Claire atualmente desenvolve diversos projetos para televisão e cinema. Em 2014 recebeu o Prêmio Sopadin de Melhor Roteiro (“Uma esposa ideal”). Ela publicou os romances, Ceci est mon sexe, Baudelaire, le diable et moi, Phrères e Pourquoi je n´ai pas écrit de film sur Sitting Bull.

 


Pascale Rey

Roteirista, consultora e presidente da DreamAGo, associação internacional de cinema que auxilia roteiristas a construir e vender seus projetos. Professora do Conservatório Europeu de escrita audiovisual desde 1990. Organiza o workshop de roteiro do Festival de Cinema Plume e Pellicule, e um programa de produtores e escritores – Meet your Match. Experiência em consultoria de roteiro em oficinas e laboratórios em vários países.